Bati o carro… e agora? Saiba o que fazer ao se envolver em um acidente

Fonte: Jornal Correio.

Envolver-se em acidentes no trânsito é algo ruim, mas corriqueiro nos grandes centros. Nesses momentos, é importante que algumas orientações sejam seguidas para que novos transtornos sejam evitados.

1 – Verifique se há feridos e sinalize o acidente

triangulo-sinalizador-600x400

A primeira atitude após uma batida é verificar se todos os ocupantes dos veículos envolvidos estão bem ou se estão feridos. Caso haja alguém lesionado fisicamente, o contato com o atendimento médico e com a polícia deve ser imediato. É importante sinalizar o local do acidente, ligando o pisca alerta e colocando o triângulo a uma distância de 30 metros da traseira do veículo, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Nessas situações, nem os automóveis nem as vítimas devem ser removidos ou mexidos.

Caso não haja feridos e os veículos puderem ser removidos do local, faça isso para não atrapalhar o trânsito. Se não houver essa possibilidade, a sinalização é exigida, bem como chamar um serviço de guincho.

2 – Faça um boletim de ocorrência

boletim-ocorrencia.jpg

Após os primeiros cuidados, é necessário acionar a polícia ou agentes de trânsito, para que o boletim de ocorrência seja feito. Apesar de muitas pessoas pensarem que a polícia deve ser chamada somente em acidentes graves ou em casos que envolvam vítimas, é melhor chamá-la em qualquer situação de acidente de trânsito.

Um boletim de ocorrência não comprova a culpa e nem inocenta um condutor. Ele é um registro do acidente, um documento importante caso seja necessário abrir um processo indenizatório na justiça ou para o contato com a seguradora. Para realizar um BO é preciso ter em mãos a CNH, que já contém os números do CPF e do RG do motorista. Mesmo que os envolvidos se acertem sem problemas ou que um deles assuma o erro, registrar o BO é o melhor a ser feito, por ser uma garantia.

3 – Converse com o outro motorista e troque informações

batida-carro-600x400.jpg

O diálogo entre os condutores envolvidos em um acidente de trânsito é importante, bem como a troca de dados. É preciso obter nomes completos, endereços, números de telefones, números das carteiras de habilitação e todas as informações das companhias de seguro (nome da empresa, endereço, telefone e apólice).

De acordo com o CTB a responsabilidade de arcar com um acidente é sempre da pessoa que infringiu as normas de trânsito e causou o dano. O condutor responsável deve oferecer suporte ao conserto do veículo do outro motorista, podendo ser por meio de uma seguradora, caso o carro possua seguro. Se os dois condutores tiverem a mesma parcela de culpa, cada um arca com o próprio prejuízo.

4 – Procure testemunhas

prucurando-testemunhas

Por último, é importante procurar por testemunhas. Podem ser pessoas que estavam no local do acidente e que poderão provar a inocência de um dos condutores, caso necessário.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =