PP é o novo PT? Partido de Odelmo, é o partido com o maior número de deputados investigados no STF

Por mais que o PT esteja no epicentro do furacão chamado Lava Jato, o partido com maior número de investigados no STF é o Partido Progressista, partido do atual prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão. Odelmo é vice-presidente do PP no diretório do Estado de Minas Gerais e no diretório Nacional.

Com a quarta maior bancada na Casa, o PP lidera em número de parlamentares investigados no Supremo Tribunal Federal (STF). Dos 46 deputados em exercício, pelo menos 27 integrantes da legenda de Paulo Maluf (PP-SP) respondem a ações penais ou inquéritos, inclusive o ex-prefeito paulistano. Nessa situação estão o novo líder do governo, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB); e o líder da bancada, Arthur de Lira (PP-AL), já denunciado ao STF por corrupção e lavagem de dinheiro.

Operação da PF foca em corrupção no PP

De acordo com informações da TV Globo, em Brasília, a Polícia Federal (PF) está cumprindo mandado de busca nesta terça-feira (24) nos gabinetes e também nos apartamentos funcionais do deputado Eduardo da Fonte (PP-PE) e do senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional da legenda. Há também um mandado de prisão contra Márcio Junqueira, ex-deputado do PP por Roraima. Todos os mandados, tanto de prisão quanto de busca, envolvem políticos do PP, partido e Odelmo Leão, que teve um dos discursos mais moralistas do Congresso e ataca constantemente o PT como partido de corruptos e não poupou críticas ao seu sucessor Gilmar Machado durante sua gestão.

Autorizados pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), os mandados investigam tentativa de obstrução de Justiça. A operação foi deflagrada em conjunto com a Procuradoria Geral da República. A PF também cumpre um mandado de prisão contra o ex-deputado Márcio Junqueira, de Roraima.

Odelmo e o escândalo do DMAE

Recentemente, a Prefeitura de Uberlândia esteve em uma saia justa devido ao escândalo de corrupção e lavagem de dinheiro que foram denunciados pela Operação Poseidon.  A Prefeitura entrou no impasse, graças a um decreto assinado pelo próprio Odelmo Leão e pelo diretor-geral do Departamento Municipal de Água e Esgoto – Dmae, Cláudio Paes de Almeida.

O documento determina o afastamento liminar e temporário de Carlos Henrique Lamounier Borges do cargo de provimento em comissão de diretor técnico do Dmae; e de Davi Tomaz Neto dos dois cargos que ele ocupava no órgão: o efetivo de analista em desenvolvimento urbano, na especialidade de engenheiro e o cargo de provimento em comissão de diretor geral adjunto do Dmae.

O afastamento aconteceu dois dias após os servidores serem presos preventivamente. No dia 28 de fevereiro foram cumpridos os mandados de prisão preventiva de Carlos Henrique Lamounier e Davi Tomaz durante a segunda fase da Operação Poseidon, que investiga irregularidades em contratos celebrados entre o Dmae e a empresa Araguaia Engenharia, um desvio de recursos públicos superior a R$ 8 milhões.

De acordo com informações repassadas por uma fonte da TV Vitoriosa, a decisão do afastamento temporário de David Tomaz e Carlos Henrique Lamounier dos cargos no Dmae, foi iniciativa do próprio governo. Ou seja, não foi uma decisão determinada pela justiça. Juristas entendem que pode ser tratar de uma estratégia jurídica da prefeitura de Uberlândia para facilitar o habeas corpus dos investigados, já que o juiz poderia negar o pedido da defesa alegando que soltos, os suspeitos poderiam atrapalhar as investigações, por ocuparem cargos públicos dentro do Dmae. O afastamento dos dois servidores eliminaria este entrave.

PT “perde” para PP em número de corruptos

O PT, dos ex-presidentes Lula e Dilma, aparece logo na segunda posição com 19 deputados sob investigação. Entre os investigados está o ex-presidente da Câmara Marco Maia (PT-RS). Relator da CPI mista da Petrobras em 2014, ele responde a inquérito que apura sua atuação em um esquema para impedir convocações de empreiteiros na CPI da Petrobras. Lula, por não ter foro privilegiado, é investigado na primeira instância, onde já é réu em cinco denúncias em três operações diferentes.

Em seguida, entre as legendas com mais deputados que respondem por ações penais ou inquéritos no STF está o PMDB do presidente Michel Temer, com 18 deputados investigados. Três deles se encontram licenciados do mandato. Embora não haja investigação em andamento contra o presidente, ele aparece entre os políticos citados como beneficiários de doações de empreiteiras em delações da Odebrecht.

O PR aparece em quarto lugar, com 15 nomes. Na sequência vêm o PSD, com 13 integrantes da Câmara sob investigação, e o PSDB, também com 13. O PTB, PDT, PSB, SD, PRB, PSC, DEM, PTN, PTdoB, PSL, PPS e PCdoB surgem na sequência como bancadas com mais parlamentares acusados de crimes.

Ex-prefeito Gilmar Machado preso

A Polícia Federal teve o apoio da Secretaria de Previdência (SPREV) e, no dia 12 deste mês, durante a deflagração da operação Encilhamento, houve o cumprimento de 60 mandados de busca e apreensão e 20 mandados de prisão temporária expedidos pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, em diversos municípios, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso, Santa Catarina e Goiás.

Em Uberlândia foram cinco mandados de busca e quatro de prisão e documentos foram apreendidos no Ipremu. O instituto de previdência de Uberlândia é apenas um de 28 institutos municipais que investiram em fundos que, por sua vez, direta ou indiretamente, adquiriram os papéis sem lastro. Há o envolvimento de uma empresa de consultoria contratada pelos institutos e elementos que apontam para corrupção de servidores. Estima-se que as debêntures emitidas por empresas de fachada ultrapassam o valor de R$ 1,3 bilhão.

Fontes consultadas:

https://diariodeuberlandia.com.br/noticia/16569/ex-prefeito-gilmar-machado-deixa-o-presidio-jacy-de-assis

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/04/ministro-libera-acao-penal-para-10-julgamento-da-lava-jato-no-supremo.shtml

http://www.camara.leg.br/internet/deputado/Dep_Detalhe_Inativo.asp?id=5309212

http://www.pp.org.br/2056/Documentos/ExecutivaNacional_261606/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Odelmo_Le%C3%A3o

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/pp-e-o-partido-com-o-maior-numero-de-parlamentares-investigados-no-stf/

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *