Seu ente querido foi enterrado no Bom Pastor? É bom ler com atenção esta matéria.

“Muitas vezes a pessoa que não comprou uma sepultura esquece que o parente foi enterrado em uma de aluguel. E aí ocorre essa situação”, disse Silas Guimarães, assessor especial da Secretaria de Serviços Urbanos.

Se enterrar um ente querido é uma tarefa difícil, ter que lidar com os ossos dele é ainda mais complicado. E pode ser mais embaraçoso ainda para cerca de 1.500 uberlandenses! Acontece que essas famílias tem até 15 dias para regularizar a situação das sepulturas que foram alugadas através da Prefeitura Municipal de Uberlândia.

Familiares de 1,5 mil pessoas enterradas há até 8 anos no cemitério Campo do Bom Pastor, em Uberlândia, terão cerca de 15 dias para regularizar a situação das sepulturas. A chamada vale para famílias que enterraram seus entes em sepulturas arrendadas do setor A, cujo o tempo do aluguel é de cinco anos. As ossadas que não foram regularizadas serão levadas para o ossário geral, o que impossibilita a exumação posterior.

Resultado de imagem para bom pastor uberlandia
Muitas vezes as sepulturas são abandonadas pela própria família do falecido.

Os nomes das pessoas nessa situação podem ser encontrados no Diário Oficial do Município.  O procedimento é recorrente e feito por setor. “Depois de cinco, oito anos, as sepulturas que não foram regularizadas são abertas e ossos levados para a sepultara vertical, onde permanecem por mais 180 dias”, afirmou Guimarães.

>>Clique aqui para consultar os nomes que devem regularizar<<

Ainda de acordo com ele, se nesse tempo a situação ainda não for regularizada, a ossada é levada para a sepultura comum.

“Muitas vezes a pessoa que não comprou uma sepultura esquece que o parente foi enterrado em uma de aluguel. E aí ocorre essa situação”, disse Guimarães.

Os familiares que quiserem regularizar a situação devem procurar o Núcleo de Serviço de Luto da Secretaria de Serviços Urbanos na Prefeitura.O familiar tem a opção de comprar uma sepultura no Campo do Bom Pastor ou levar para outro cemitério. Para o serviço de exumação é cobrada uma taxa de R$ 240.

Texto extraído de: Correio de Uberlândia

Comments

comments

Douglas Alves

Douglas é fundador da página Uberlândia Blitz no Facebook e também editor do site e redes sociais do veículo. Apaixonado por comunicação. Fã de memes e formado em zoeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta nossa página close[x]