Brasileiros na Turquia

Você que tem ou que conhece algum brasileiro na turquia, já entre em contato para pedir que seu amigos e familiares que estejam la. Morando ou de passagem que fiquem dentro de casa.

Fonte:jornal Correio.

Itamaraty pede que brasileiros na Turquia fiquem em casa

O Itamaraty recomendou aos cidadãos brasileiros que estão na Turquia que não saiam de casa e procurem tranquilizar seus familiares. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o governo brasileiro está atento à situação dos brasileiros no local.

“Na expectativa de informações mais precisas sobre os eventos em curso na Turquia, o governo brasileiro acompanha com atenção a evolução da situação e recomenda aos cidadãos brasileiros residentes ou de passagem por aquele país que tomem as medidas necessárias para garantir sua segurança até que a situação se normalize”, informou a pasta, por meio de nota à imprensa. Segundo o comunicado, a embaixada do Brasil em Ancara e o Consulado-Geral do Brasil em Istambul funcionam em regime de plantão de 24 horas.

O Itamaraty também publicou no Twitter recomendando que os brasileiros entrem em contato com seus familiares e “evitem circular pelas ruas”. Em contrapartida, o presidente Recep Erdogan pediu ao povo turco resista ao golpe militar nas ruas e nos aeroportos.

Fonte:Jornal correio.

15 de julho de 2016

Presidente da Turquia convoca população a tomar as ruas contra golpe

Em um comunicado ao vivo de um local desconhecido via FaceTime para a CNN da Turquia, o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan afirmou que “não há poder maior do que o poder do povo”, em um comunicado após a meia-noite, em horário local. O presidente convocou a população a “tomar as ruas” contra a tentativa de golpe do Exército turco.

Ele afirmou que um grupo de militares se rebelou e os acontecimentos não ocorrem sob o comando da estrutura oficial. “Eu certamente não acredito que eles golpistas serão bem sucedidos, ao longo da história, aqueles que tentaram dar golpes nunca conseguiram e, mais cedo ou mais tarde, eles irão perecer”, disse Erdogan, que governa o país desde 2002.

O Exército turco afirmou em comunicado que estava tomando o poder para “reinstalar a ordem constitucional, a democracia, as liberdades e direitos humanos, para garantir que o Estado de Direito reine novamente no país, pela lei e pela ordem a serem reintegrados”. O documento também diz que “todos os acordos internacionais serão respeitados”. “Nós prometemos que todas as boas relações com os países do mundo continuarão”.

Forças turcas estão bloqueando duas das maiores pontes sobre o estreito de Bósforo, em Istambul, e aviões militares foram vistos sobrevoando a capital turca, Ancara, em baixa altitude. Há tanques posicionados na parte externa do aeroporto internacional Ataturk.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − doze =