Jovem é encontrada morta com barriga aberta e sem o bebê

Qual o limite da maldade humana? Cada dia nos deparamos com notícias que nos faz entender que estamos longe de descobrir até onde nossa maldade consegue atingir os níveis da crueldade. Essa jovem estava desaparecida desde 18 de agosto e sua família ainda tinha esperanças de que essa história tivesse um final feliz, mas…..

Jovem grávida de oito meses foi encontrada morta com a barriga aberta sem o feto em uma represa em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro.

 

Segundo a Polícia Civil (PC), Greiciara Belo Vieira, de 19 anos, moradora de Uberlândia, estava desaparecida desde 18 de agosto. Dois ciclistas encontraram o corpo dela boiando na Lagoa dos Paulistas e acionaram a Polícia Militar (PM).

De acordo com o site Rádio Itatiaia, os bombeiros retiraram o corpo da água. A moça estava com os pés amarrados com um pano e envolvida por uma cerca de arame.

Nenhum suspeito do crime foi preso e o feto segue desaparecido. Não sabe se o bebê foi tirado vivo do ventre da mãe.

Bebê de jovem achada morta em Ituiutaba é encontrada

Menina recém-nascida foi levada para o HC-UFU pela Polícia Civil.
Hospital diz que criança está bem; delegada contará detalhes em coletiva.

Corpo foi encontrado em represa em Ituiutaba (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Deu entrada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) no início da noite desta segunda-feira (22), a bebê da jovem de 19 anos encontrada morta dentro de uma represa em Ituiutaba na tarde de domingo (21). Ela foi levada ao hospital por investigadores da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

Nesta terça-feira, a delegada responsável pelo caso, Roberta Borges, deve conceder uma entrevista coletiva para a imprensa para dar outras informações da investigação.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, a menina está bem, passa por avaliações médicas e precisará fazer exames.

Entenda o caso
A jovem encontrada morta estava grávida de oito meses, era de Uberlândia e havia desaparecido no dia 18 de agosto. Ela foi achada quando duas pessoas faziam trilha de bicicleta por uma estrada de terra na zona rural de Ituiutabae viram uma pessoa boiando dentro de uma represa, a cerca de cinco metros da margem. Em seguida, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e peritos civis foram acionados e retiraram a vítima da água.

A jovem estava com os pés amarrados por um tecido e o corpo estava envolvido por uma tela de arame junto a uma pedra grande. Além disso, a vítima tinha o abdômen aberto e as vísceras expostas. Para a polícia, a mãe da jovem disse aos policiais militares que a filha estava grávida, mas até esta manhã o feto não havia sido encontrado.

Foi então que as investigações começaram e algumas pessoas foram ouvidas.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + catorze =