Mais de 25 obras estão paradas em Uberlândia

Fonte: G1

Entre elas estão o parque aquático e o presídio feminino. Algumas estão paradas desde 2014.

Obra parada no Parque Aquático Municipal em Uberlândia (Foto: MGTV/Divulgação)Obra parada no Parque Aquático Municipal em Uberlândia (Foto: MGTV/Divulgação)

Em Uberlândia mais de 25 obras como: empreendimentos municipais, estaduais e federais, estão paralisadas. Entre elas estão o Parque Aquático Municipal, o novo Pronto Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) e o presídio feminino. Saiba mais sobre algumas das obras paradas:

BR-365
De seis obras federais que previam as passagens sob a BR-365, nas Ruas Alagoas e Claudemiro José de Souza e a trincheira do trevo do Bairro Taiaman, só a passagem inferior da Avenida Afonso Pena foi entregue, mas com oito meses de atraso. A empresa responsável disse que houve uma distorção nas planilhas de serviços e custos e de acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), os projetos voltaram para Brasília.

O supervisor regional do Dnit em Uberlândia, Vinícius Rodrigues, disse que a empresa Gomes Lourenço recebeu uma ordem de serviço para executar a obra das trincheiras das ruas. Segundo Rodrigues, a empresa já montou o canteiro de obras e o prazo para a finalização é dezembro deste ano. As demais obras ainda não têm previsão de retomada.

Pronto Socorro HC-UFU
Já a construção do novo HC-UFU, tinha o término previsto para o fim de 2015, mas passou para outubro de 2017, com um custo estimado em R$ 120 milhões. Segundo os responsáveis pela obra, projetos precisaram ser readequados para atender exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A produção do MGTV entrou em contato com a assessoria de imprensa e aguarda posicionamento.

MGC-455
As obras de pavimentação da MGC-455, que liga Uberlândia a Campo Florido, começaram em junho de 2010 e a previsão era que durasse um ano e meio. Grande parte da pista está asfaltada, mas a obra foi paralisada em março de 2014.

Anel viário
O Anel Viário Sul, que custou R$ 20 milhões, teve as obras retomadas em junho desse ano, após 21 anos de começos e recomeços. A nova previsão é de ficar pronto até o fim deste ano.

Presídio feminino
O Presídio Feminino que estava com obras previstas para começar no ano de 2014, ainda não saiu do projeto. No local só há uma placa indicando construção de uma cadeia no valor de R$ 18 milhões.

UPAs
Três Unidades de Pronto Atendimento (UPA) estão dentro da lista de obras fora do cronograma, com a data inicial de entrega prevista para 2014. A Unidade do Bairro Pacaembu deve ser entregue em agosto. “Tá no ajuste final, a conclusão efetiva de parte de arremate e a conclusão. A compra da unidade do equipamento para que ela possa funcionar em 31 de agosto, que é o desejo de todos nós e uma determinação do prefeito Gilmar Machado para que isso ocorra”, diz o secretário de obras, Fernando Nascimento.

Já a UPA do Bairro Novo Mundo, cerca de 70% das obras foram concluídas. A do Bairro Córrego do Óleo, também está atrasada. Ambas dependem de recursos do Governo Federal.

Emei
Uma obra que deve ser entregue em breve é a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) do Jardim das Palmeiras, que começou em 2013 e teve três interrupções.

Parque aquático
A obra do Parque Aquático Municipal de 2008 está parada desde setembro de 2013. Sessenta por cento da construção foram feitos e R$ 3,4 milhões gastos. A continuidade chegou a ser anunciada no fim do ano passado, mas o dinheiro ainda não chegou.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 5 =