Vitória! Cidadãos 1 x 0 Cunha‏

Amigos da UB, homens e mulheres de bem que querem que a justiça e a honestidade reinem nesse país, recebi esse e-mail da Avaaz e quero compartilhar com vocês, leiam:

 

Queridos amigos da Avaaz no Brasil,

Nunca nos sentimos tão orgulhosos de fazer parte deste movimento quanto terça-feira, após a votação bombástica que culminou na aprovação do relatório sobre a perda do mandato do até então intocável Eduardo Cunha pelo Conselho de Ética!!

Terça-feira nossos corações estavam acelerados enquanto assistíamos o Conselho de Ética se preparar para a votação final.Nossa atenção estava voltada para a deputada Tia Eron, o voto decisivo. “Como será que ela vai votar?” todos se perguntavam. Foi aí que…BUM!

Globo comment
Nós da UB estamos igual esse carinha no fundo! 

“Eu não posso aqui absolver o representado nesta tarde, eu não posso, eu não posso, quero votar sim, com o relatório do deputado Marcos Rogério.” – Tia Eron
Em abril, a deputada Tia Eron falou à imprensa sobre sua admiração e respeito por Cunha como presidente da Câmara, e apenas há alguns dias rumores indicavam que o governo de Temer e o PRB de Tia Eron poderiam ter fechado um acordo para proteger Cunha no Conselho. Mas nós não nos deixamos abater: nas últimas semanas centenas de milhares de nós os inundamos com mensagens pelo Twitter, Facebook, telefonemas que congestionaram os gabinetes, e com nossa campanha de “PROCURADOS” que tomou conta da internet.

E funcionou! Nossa pressão social inteligente, insistente e estratégica foi muito mais forte do que os acordos e negociatas de Eduardo Cunha! Nesta luta por nossa democracia, o custo político se tornou alto demais. Se permitíssemos que Cunha continuasse no poder, ele continuaria fazendo tudo o que já fazia para parar ou frear as investigações da Lava Jato, bem como continuaria a se opor a quaisquer mudanças de leis para proteger os políticos corruptos.

Então vamos voltar pro começo de onde tudo começou: em outubro do ano passado, Cunha foi pego mentindo para o Congresso sobre ter contas secretas na Suíça. Ele negou, mas as provas continuavam vindo a público.

Foi aí que entramos, lançando uma petição que de imediato teve 200 mil assinaturas e pedia que o Conselho de Ética cassasse seu mandato imediatamente. O poço de mentiras e corrupção de Eduardo Cunha ainda assim era muito forte. Jornalistas e contatos em Brasília nos diziam que ele era um peixe grande demais para pegarmos. Cunha manobrou de várias formas para fazer o processo dele se tornar o mais longo da história da Câmara — foram 8 meses!!!

Em abril, com o país extremamente polarizado por conta do impeachment de Dilma, Cunha parecia mais forte do que nunca. Mas a Avaaz reativou a petição, que em alguns dias alcançou 1.3 milhão de assinaturas, colocando Eduardo Cunha de volta no olho do furacão após entregarmos a petição diretamente para o Conselho de Ética. Mas nossa ação bombou quando um dos aliados de Cunha começou a xingar e arrancou o cartaz das mãos de Diego, um de nossos coordenadores de campanhas!

Delivery Cunha 

Coordenador de campanhas da Avaaz, Diego Casaes, entrega 1.3 milhão de assinaturas ao presidente do Conselho de Ética. Foto: Raquel Cândida/Avaaz
O comportamento agressivo do deputado foi um tiro pela culatra. Em pouco tempo, nossa petição saiu em todos os lugares: no Jornal Nacional, Valor, Estadão, Folha de S. Paulo, e muitos outros veículos.

Agora era a hora de vencer de uma vez. Após OITO meses de adiamento no Conselho de Ética, eles finalmente iriam colocar o destino de Eduardo Cunha para votação. Pessoas de todo o Brasil bombardearam as redes sociais dos deputados do Conselho, fizemos um “telefonaço” focado na deputada Tia Eron e montamos uma ação com atores “limpando a corrupção” em frente ao Congresso na manhã da votação.

Cunha Stunt 

Artistas representando Cunha e Tia Eron protestam em frente à entrada do Congresso, momentos antes da votação. Foto: AP Images/J. ALVES
Mesmo com tudo isso, contatos de dentro da Câmara nos disseram que a votação seria muito apertada para arriscar e adiaram mais uma vez por uma semana. Este foi o momento que ouvimos que o PRB de Tia Eron talvez tivesse fechado um acordo para salvar Cunha. Nos mobilizamos novamente e dezenas de milhares de membros da Avaaz lançaram uma avalanche de mensagens no Facebook para Marcelo Crivella e Celso Russomanno, dois políticos de alto nível do PRB que, segundo diziam, poderiam ajudar a mudar o voto da Tia Eron a nosso favor. Crivella respondeu:

“Sobre a campanha divulgada pela Avaaz, ratifico que é triste cassar um parlamentar, mas no caso do deputado Eduardo Cunha infelizmente não há defesa.” – Senador Marcelo Crivella (PRB-RJ)

Por fim, lançamos uma campanha com cartazes chamada “PROCURADOS”, com a cara dos 11 deputados que Cunha achava que estavam o protegendo no Conselho. Compartilhamos em todas as partes na internet, justamente para torná-los “famosos” por tentar blindar a corrupção de Eduardo Cunha.

Poster
Membros do Comitê Pró-Democracia celebrando com nossos cartazes de “Procurados” depois do voto. Foto: Mídia Ninja

Nossa persistência funcionou e vencemos na terça-feira por 11 x 9. Mesmo o deputado Wladimir Costa (SD-PA), que lutou arduamente para defender Eduardo Cunha durante meses, mudou de ideia no último minuto e votou por sua cassação!

Confira alguma das mensagens enviadas por deputados aos membros da Avaazs:

“Eu queria mandar um abraço grande para todo mundo que assinou a petição da Avaaz, que foi uma petição decisiva pra esse resultado que a gente alcancou aqui na Casa também.” – Deputado Alessandro Molon (REDE-RJ), Líder da Rede na Câmara — partido junto com o PSOL autor da representação contra Cunha no conselho

 

“Foi graças à pressão popular – é ela que pode mudar o Brasil, em torno de causas justas, e a Avaaz tem um papel muito importante nisso. Quero agradecer e parabenizar e dizer: vão em frente, continuem mobilizando.” – Deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) — PSOL é co-autor da representação contra Cunha no conselho

Obviamente, essa luta está longe de acabar. Ainda precisamos vencer com uma maioria no plenário. Mas essa grande vitória pertence a todos nós. Ela simboliza um grande passo para nossa democracia, por isso vamos celebrá-la! Juntos nós PODEMOS e IREMOS mudar a cultura de corrupção institucionalizada que ainda impera no Brasil.

Anos atrás, quando nos unimos ao esforço de campanha pela Ficha Limpa, disseram que nenhuma lei tão ambiciosa quanto aquela iria ser aprovada no Brasil e que o status quo da corrupção era muito forte. Mas trouxemos o melhor de nós mesmos, em todos os desafios e oportunidades, com tenacidade, uma estratégia inteligente e boas táticas. Em cada situação que os deputados tentavam destruir a lei, milhares de pessoas telefonavam e enviavam mensagens para seus gabinetes sem nunca desistir até que a Ficha Limpa virasse realidade. Hoje, centenas de corruptos não podem mais ser eleitos graças a ação das pessoas.

Nós fizemos o mesmo com Cunha e não iremos parar até que todos os outros dinossauros corruptos estejam fora e até que nós tenhamos a democracia que realmente merecemos.

Um abraço com esperança e determinação,

A equipe da Avaaz

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + dez =